Nuntiare: Encerramento da edição comemorativa

A quarta e última edição da Revista Nuntiare de 2018 encerra o ciclo das capas comemorativas dos 20 anos da publicação. Durante o ano, abordamos temas como inteligência artificial, destacando o fenômeno das fake news, que tem crescido com as mudanças tecnológicas; as questões relacionadas com a água e a educação ambiental; a saúde pública e as dificuldades e desafios da prevenção e, por último, os diversos tipos de fluxos, desde a mobilidade urbana até os movimentos que, historicamente, vêm compondo a identidade da região dos Campos Gerais. As edições de 2018 também buscaram inovar em relação aos anos anteriores, trazendo todas as páginas coloridas na versão impressa e criando a Nuntiare online, com conteúdo hipermídia, bem como uma página destinada à memória de matérias feitas por turmas anteriores do Curso de Jornalismo da UEPG, com o intuito de resgatar a trajetória da revista.

Os dossiês e as demais pautas relacionaram temas de interesse da sociedade, buscando uma aproximação com o jornalístico científico, pois a universidade deve aliar teoria e prática, pesquisa acadêmica e solução de problemas sociais, ensino-pesquisa-extensão, com o objetivo de ampliar as fronteiras do conhecimento não só de estudantes e professores, mas de toda a população. Nesse caso, a revista Nuntiare pode ser vista como uma ferramenta de diálogo, um veículo de informação e comunicação interna entre os vários setores e departamentos da UEPG e também de integração do meio acadêmico e com a cidade e a comunidade em geral.

O período de realização das edições da revista  foi palco de mudanças tanto positivas quanto negativas no âmbito do ensino e da pesquisa científica, situação que rendeu uma quantia variada de reportagens que valorizaram tanto as pautas locais quanto assuntos mais amplos. Agora, a equipe do quarto ano de Jornalismo encerra esta etapa discutindo sobre as identidades locais e regionais, destacando a importância da cidade de Ponta Grossa como um ponto de encontro e passagens. Assim, completam-se as quatro edições de 2018 com reportagens que dialogam com a função central do jornalismo, o interesse público, trabalhando com a transformação da informação científica em notícia, de forma a contribuir para a publicização e popularização das pesquisas e também valorizar o papel social da profissão de jornalista.

Em nome de toda a equipe do Núcleo de Redação Integrada – disciplina responsável pela gestão da revista, afirmamos que a quarta Nuntiare não significa apenas a última versão impressa deste ano, mas o fim de um ciclo de grandes aprendizados, tanto no âmbito profissional, quanto na vida pessoal de cada estudante. Esta significa a conclusão de nossa trajetória dentro da universidade e a abertura para novas experiências, agora como jornalistas formados. Todo trabalho realizado serviu como inspiração para que possamos dar sequência aos conhecimentos transmitidos em sala de aula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *