Memória: Saúde mental e tratamentos alternativos

A revista Nuntiare se dedica desde 2012 à cobertura de temas relacionados com a saúde mental, tratamentos e medicamentos alternativos. Em 2014, a matéria “No limite da Lucidez” apresentou um histórico do tratamento da loucura no Brasil, recuperando o caso do Hospital Colônia de Barbacena, além de um relato de como é feito o tratamento dos pacientes com transtornos mentais em Ponta Grossa.

Em 2015, as quatro edições da revista mostraram ao público tratamentos alternativos à medicina tradicional. A primeira trouxe as reportagens “A cura que vem de dentro”, sobre terapias holísticas, e “Desmistificando a hipnose: a prática milenar que vai muito além do divã”. A segunda e a terceira edições apresentaram, respectivamente, as matérias “Ayahuasca: da espiritualidade à ciência”, sobre um chá alucinógeno com possíveis efeitos terapêuticos, e “Os APP’S que auxiliam na busca de uma vida mais saudável”, sobre aplicativos que monitoram as atividades físicas. Na última edição da revista de 2015, a reportagem “O borbulhar da água e as plantas” voltou a falar sobre chás, resgatando a questão da natureza como medicamento. No 18° ano da revista, em 2016, duas das quatro edições publicaram reportagens relacionadas ao tema. Na primeira edição, a matéria “A terra é nossa mãe”,

mostrou a experiência da repórter em uma aldeia indígena, abordando o tratamento de doenças a partir de ervas e alimentos. Na revista número três daquele ano, conhecemos a “Pet terapia”, tratando dos benefícios motores e psicológicos que o contato com animais tem para o ser humano.

Mais recentemente, em 2017, a primeira publicação da Nuntiare foi inteiramente voltada aos variados tipos de tratamentos alternativos. “Da acupuntura à musicoterapia, estes métodos cumprem papéis importantes e ajudam uma parcela considerável da população”, como os próprios produtores da edição relatam: Vale a pena conferir!

Reportagem
Fernanda Matorelli
Mirna Bazzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *